Login em nossa Extranet

Exaustores e insufladores para espaços confinados

A ventilação em espaços confinados tem como objetivo principal reduzir a concentração de substâncias tóxicas e/ou perigosas presentes na atmosfera do ambiente confinado.

Trabalhos em áreas confinadas são uma das maiores causas de acidentes graves. Seja por ocorrência de explosão, incêndio ou asfixia, estes acidentes em muitos casos têm conseqüências fatais. A fim de minimizar e, se possível, eliminar tais acidentes, o trabalho em áreas confinadas é regulamentado no Brasil pelas normas NBR-14787 e NR-33.

A ventilação em espaços  confinados tem como objetivo principal reduzir a concentração de substâncias tóxicas e/ou perigosas presentes na atmosfera do ambiente confinado, seja antes do início dos trabalhos seja no decorrer destes. O exaustor e insuflador portátil AtS-250-P foi desenvolvido exatamente para estas aplicações.

Ventilação e exaustão em Espaços Confinados

Clique para abrir o vídeo.



Ventilação geral do espaço confinado

  • Manter os níveis adequados de oxigênio
  • Diluir contaminantes presentes ou gerados em atividades não passíveis de exaustão localizada (corte à chama, goivagem, pintura, etc)
  • Prover conforto térmico (consequência secundária)
  • Promover um número determinado de “trocas por hora” – usualmente entre 8 e 15. (ACGIH - Industrial Ventilation Manual, a manual of recommended practice).
  • Deve ser executada com uso simultâneo de monitores de gás.
  • Número de trocas pode ser determinado à priori, com a prática.
  • Deve-se de preferência utilizar exaustão e insuflamento simultâneos para que se estabeleça um fluxo de ar fresco.
  • Seleção do ventilador de acordo com as necessidades de vazão e pressão da aplicação.
  • Em serviços contínuos, recomenda-se efetuar medições de vazão periódicas para controle e registro.
  • Exaustão localizada em espaços confinados

    • Captar poluentes o mais próximo possível da fonte geradora
    • Otimizar a ventilação geral  (consequência secundária)
    • Aplicável principalmente em processos de soldagem ao arco elétrico
    • Captar os poluentes o mais próximo possível das fontes de geração.
    • Muito utilizado no caso de soldagem.
    • Deve permitir posicionamento de um bocal a uma distância de, no máximo, 50cm do ponto de solda (varia de caso a caso)
    • Utiliza-se frequentemente um bocal com magneto para posicionamento adequado (restrito a materiais magnéticos).
    • Necessário uso de mangueiras flexíveis de grande comprimento e pequeno diâmetro (max. recomendável 150mm).
    • Vazão mínima recomendada por captor 800m3/h.
    • Não recomendadapara corte a chama ou goivagem.
    Obs.: Quando a exaustão localizada não for possível ou aplicável, deve-se garantir a diluição dos poluentes através da ventilação geral (número de trocas).
    + Expandir para mais - Ocultar

    Produtos na categoria: Exaustores e insufladores para espaços confinados